Santuário de Angelina - Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição - Arquidiocese de Florianópolis - CNBB Regional Sul 4

A gruta

“A Gruta de Angelina foi um presente de Frei Zeno Wallbroehl OFM. Frei Zeno(1866-1925), missionário franciscano em suas andanças pelo sul do país, certa vez acometido de uma doença grave que o levou a beira da morte. Com muita fé, bebia da água da gruta de Lourdes(França), que visitara. Fizera a promessa de construir uma gruta a Nossa Senhora se ela lhe devolvesse a saúde. Numa noite febril, viu, em sonho, um local muito lindo, apropriado para a uma bela gruta à Virgem Mãe de Deus. Já com a saúde restabelecida, com ardor muito grande pôs-se a procura deste lugar nas cercanias de Angelina. Penetrou na mata virgem atrás da Igreja paroquial. Depois de árdua subida, Frei Zeno exclama entusiasmado: ‘É aqui! Este é o lugar que eu vi no sonho!’ A sua frente, entre paredes de rocha estendia-se um corredor largo e longo, terminando num paredão com 12 metros de altura por onde descia uma rumorosa cascata. Agradecido pela cura e alimentado pela fé o sacerdote franciscano escreveu a Alemanha encomendando um imagem da Imaculada Conceição igual a de Lourdes, com  1,95m. Conta-se que a senhora sua mãe fez a doação. Transportada para o Brasil logo após a virada do século XIX, desembarca no porto de Desterro de onde veio para Angelina, em carro de boi. Na tarde de 15 de agosto de 1907, uma procissão com a imagem de Nossa Senhora de Lourdes subiu o morro, para ali proceder-se a benção da gruta, entronizando nela a bela imagem. No dia 06 de fevereiro de 1988 o Arcebispo Metropolitano, Dom Afonso Niehus, instituiu na Igreja Matriz Nossa Senhora da Imaculada Conceição de Angelina e em sua gruta anexa como Santuário Nossa Senhora de Angelina”.

 
Praça Nicolau Kretzer, 254  |  88460-000 - Angelina/SC  |  Fone (48) 3274-1185